Pasteis, aqui me tens.

img_0393-1Há rituais nas minhas férias que não dispenso – sim, sou de rotinas – tais como viajar, ira museus/exposições novas, degustar uma refeição num local novo, ler, fotografar e a sagrada ida a Belém – aos famosos pasteis.

É o ponto de encontro de qualquer turista que se preze, que realmente queira conhecer o que de melhor Lisboa tem e eu, como alfacinha de gema, junto-me religiosamente à romaria da engorda onde as natas e os folhados crocantes, repletos de açúcar em pó com um acentuado travo a canela nos confortam a alma e nos fazem esquecer os números da balança para sem culpas degustarmos pastel atrás de pastel.

Desta vez deparei-me com um espaço renovado onde o antigo se perde no moderno de uma esplanada acolhedora, que nos convida a deixar de uma vez por todas a alimentação saudável do dia a dia.

Resisti a tentação e dois pasteis depois consegui ir embora para dar continuidade aos restantes rituais das minhas curtas férias.

2 thoughts on “Pasteis, aqui me tens.

    1. Acho que é paragem obrigatória de qualquer Português de gema. E até os que não gostam, passam por lá para apreciarem o mini museu e saborear a pastelaria.

      Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s